Home
Nova Unidade do Senac em Cruzeiro do Sul conta com modernização e conceito ambiental

Nova Unidade do Senac em Cruzeiro do Sul conta com modernização e conceito ambiental

Imprimir
As fundações da nova Unidade Operativa do Senac, em Cruzeiro do Sul, já estão em fase de finalização, e concluem, portanto, a primeira fase de construção do projeto. A necessidade de expansão física do local é decorrente da necessidade de atender demanda crescente em vários segmentos no mercado local, pois a atual sede não comporta mais o atendimento das demandas. O novo Centro de Educação Profissional (CEP) tem previsão de inauguração até final de 2017.

As futuras instalações do CEP estão localizadas na Avenida Lauro Müler, no Bairro Formoso, e contarão com uma área construída de aproximadamente 3.464,36 metros quadrados. Com ambientes modernos e planejados, a nova estrutura contará com salas de aulas, laboratórios de informática, laboratório saúde, cozinha pedagógica, vestiários, auditório, salas administrativas, lanchonete, estacionamento e bicicletário.

“O local é um pouco afastado do centro da cidade, mas é bem acessível. O valor investido na obra será de aproximadamente R$ 10,5 milhões, e seus laboratórios, quando concluídos, contarão com o que há de mais moderno nas áreas de gastronomia, Informática e saúde”, explica o engenheiro civil Manoel Peres Bayma Neto.

O Senac do Acre disponibiliza um portfólio com cerca de 130 cursos, e devido a atual estrutura da instituição presente na cidade, certos cursos acabam por ser impossibilitados de execução nesta região do Estado. Quando inaugurada, a unidade ampliará a oferta de cursos para a cidade de Cruzeiro do Sul e cidades próximas.

“Nessa nova estrutura, cada ambiente foi planejado para atender às necessidades em termos de equipamentos para as praticas pedagógicas de nossos cursos e de mobilidade dos alunos. A grande novidade será a cozinha pedagógica, pois muitos investimentos estão sendo previstos para a região na área da gastronomia e da hotelaria. Um exemplo é o complexo de turismo e hospitalidade do Sesc: com essa cozinha pedagógica teremos uma estrutura adequada para formar pessoas capazes de atender essas demandas”, diz o diretor de Educação Profissional do Senac Acre, Abrão Suteli Maia.

A obra e a preocupação como meio ambiente

Em meio a tantos problemas ambientais, o Senac projetou a obra a fim de minimizar os impactos no meio ambiente. Todo o esgoto produzido pelo prédio passará por uma estação de tratamento própria que lançará na rede de drenagem pluvial a água com 80% de pureza, seguindo às normas do Depasa. A unidade também reutilizará as águas das chuvas nos sanitários e na manutenção dos jardins.

Jardins verticais estarão presentes ao logo do prédio, ajudando na manutenção da qualidade do ar, diminuindo a carga térmica sobre as paredes, contribuindo para o conforto ambiental e a eficiência energética, bem como a economia de energia necessária para climatização no interior do prédio.

O prédio também foi projetado seguindo às normas de acessibilidade presentes na NBR 9050 da ABNT, que define aspectos relacionados às condições de acessibilidade, dando a qualquer aluno do Senac inclusão, independentemente de idade, estatura ou limitação de mobilidade, a utilização segura do ambiente.