Home
Núcleo de Educação Profissional do Senac realiza Oficina de Voz e Comunicação

Núcleo de Educação Profissional do Senac realiza Oficina de Voz e Comunicação

Imprimir
Com o intuito de esclarecer aos estudantes e a comunidade em geral a respeito da importância da boa comunicação, o Núcleo de Educação Profissional (NEP) realizou, na manhã do último dia 16, sábado, no auditório do Palácio do Comércio, a Oficina de Voz e Comunicação – A Arte de Comunicar. O objetivo era alertar e dar orientações aos participantes de como manter hábitos saudáveis e cuidados com a voz.

A palestrante, fonoaudióloga Gabriela Lima, atua em alguns projetos de incentivo à cultura com profissionais na saúde do trabalho, oficinas para professores da rede pública de ensino, entre outras funções. Foi abordada, também no decorrer da oficina, a forma correta de como se expressar em público.

“A oficina tem como principal tema “voz e identidade” e teve como objetivo sensibilizar os presentes, quanto ao uso correto do seu aparelho fonador, a ter uma saúde vocal melhor e de como falar em público, orientando quanto à postura, vícios de linguagem e ao uso do microfone”, explica a profissional.

Qual a importância da Comunicação em sua carreira profissional?

A voz é tão individual quanto à impressão digital, ela tem relação direta com a idade, sexo, personalidade, emoção e profissão. Assim como temos a identificação de uma pessoa pela digital, temos a identidade vocal. Por isso, é preciso cuidar dela durante todas as fases da vida.

É importante salientar também a forma correta de se comunicar. Comunicar não é só falar, é interagir e saber se expressar. Ou seja, comunicação perfeita não é simplesmente o que você diz, mas sim o que os outros entendem. Na realidade, o importante não é apenas só o que se fala, mas a maneira pela qual falamos.

Em qualquer atividade, pessoal ou profissional, negociar, liderar e se expressar com clareza e coerência faz com que o profissional tenha mais credibilidade diante das situações do dia a dia. Mas a timidez, o medo, a insegurança e a ansiedade são fatores que prejudicam qualquer pessoa na hora de fazer um discurso ou apresentação em público.

Algumas dicas básicas de como falar em público com segurança e desembaraço:

Haja com naturalidade: Se você cometer alguns erros técnicos durante uma apresentação em público, mas comportar-se de maneira natural e espontânea, tenha certeza de que os ouvintes ainda poderão acreditar nas suas palavras e aceitar bem a mensagem.
Use um roteiro como apoio: Use um roteiro com as principais etapas da exposição, e frases que contenham ideias completas. Assim, diante da platéia, leia a frase e a seguir comente a informação, ampliando, criticando, comparando, discutindo, até que essa parte da mensagem se esgote. Depois, leia a próxima frase e faça outros comentários apropriados à nova informação, estabeleça outras comparações, introduza observações diferentes até concluir essa etapa do raciocínio.
Use uma linguagem correta: Mesmo que você tenha uma boa formação intelectual, sempre valerá a pena fazer uma revisão gramatical, principalmente quanto à conjugação verbal e às concordâncias.
Tenha começo meio e fim: Guarde essa regrinha simples e muito útil para organizar uma apresentação: Anuncie o que vai falar, fale e conte sobre o que falou.Depois de cumprimentar os ouvintes e conquistá-los com elogios sinceros, ou mostrando os benefícios da mensagem, conte qual o tema que irá abordar.
Use recursos audiovisuais: Faça visuais com letras de um tamanho que todos possam ler.Projete apenas a essência da mensagem em poucas palavras. Apresente números em forma de gráficos. Use cores contrastantes, mas sem excesso. Posicione o aparelho de projeção e a tela em local que possibilite a visualização da platéia e facilite sua movimentação.
Fale com emoção: Fale sempre com energia, entusiasmo, emoção. Se nós não demonstrarmos interesse e envolvimento pelo assunto que estamos abordando, como é que poderemos pretender que os ouvintes se interessem pela mensagem?