Home
Unidade Móvel do Senac forma alunos no interior do estado

Unidade Móvel do Senac forma alunos no interior do estado

Imprimir

Disponibilizando o que há de mais moderno em termos de equipamentos através da carreta-escola de hospitalidade e turismo, o Senac forma 2 turmas no curso de técnicas de salgadeiro no município de Tarauacá colocando a disposição do mercado local profissionais capacitados. O curso com 40horas/aula e duração de aproximadamente 2 semanas teve encerramento no última terça-feira, 18 de agosto.

De acordo com o instrutor do Senac que ministrou todo o conteúdo do curso, Rosevaldo Souza, as técnicas repassadas aos alunos são bem simples e inovadoras, “Acreditamos que a criação e desenvolvimento de cada técnica tem haver com a realidade de mercado. Fizemos uma produção bastante inovadora e conseguimos bons resultados aprimorando as técnicas de massa folheada, recheios, tempo de fritura, tempo de forno, enfim tudo o que influencia no produto final”, destaca o Instrutor.

Os 40 alunos Fizeram parte do Programa Senac de Gratuidade – PSG, O que é o PSG? É mais uma ação da Instituição para promover a inclusão social. O PSG oferece, desde 2009, vagas gratuitas em cursos de Formação Inicial e Continuada (Aprendizagem, Capacitação e Aperfeiçoamento), e de Educação Profissional Técnica de Nível Médio (Qualificação e Habilitação Técnicas), com custo zero à população brasileira de baixa renda.

Para a diretora regional do Senac, Hirlete Meireles, levar educação profissional é levar esperança e independência através do saber. “A unidade Móvel do Senac consolida a proposta de interiorização da Educação Profissional da Instituição. Estamos realizando constantemente em alinhamento pedagógico com o objetivo de nivelar o conhecimento e a metodologia aplicada pela instituição. Todas essas ações se fazem necessárias para ampliação da oferta de cursos, aumentando sistematicamente nossas ações por todo o estado, portanto, a formação de novos alunos no município é o resultado positivo que obtemos”, destaca a diretora.

Texto: Sandro de Brito 

Fotografia: Rosevaldo Souza